terça-feira, 27 de setembro de 2011

Resgate - 5:50


É sempre assim.  É tudo sempre igual!


Abro os olhos sob o mesmo teto todo dia
Tudo outra vez
Acordo, um tapa no relógio a mente tá vazia
São dez pras seis
Hoje a morte do meu ego tá fazendo aniversário
Será que eu vou chegar
Chegar ao fim de mais um calendário?

Eu não sei
Eu não sei
Eu não sei
É tudo sempre igual
Disseram que o Teu amor é novo a cada dia
Eu pensei
Quero ouvir a Tua voz falar o que eu queria
São dez pra seis
Se é pra Te seguir e então matar aquela velha sede
Se é pra Te servir e nunca mais cair na mesma rede
Eu vou
Eu vou
Eu vou
Se é pra Te seguir e então matar aquela velha sede
Se é pra Te servir e nunca

 mais cair na mesma rede
Eu vou
Eu vou
Eu vou
Te seguir

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free Wordpress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Templates